Adotar é tudo de bom.: Ajuda para Bob - poodle atropelado!‏

domingo, 8 de abril de 2012

Ajuda para Bob - poodle atropelado!‏


Precisamos da sua ajuda para salvar o poodle atropelado (com suspeita de fratura na bacia), resgatado domingo, na ladeira da Fonte Nova. 
Ne
m que seja R$1,00, R$2,00, R$5,00, R$10,00 ou qualquer valor.

Leiam a estória abaixo e vamos repassar para nossa lista.

Conta para possíveis doações:
Banco: Bradesco
Verena Muniz Alcântara
Agência: 3946
Conta corrente: 776-5
CPF: 67190138587

Beijos


Aída Cintra Telles

Prezados amigos e amigas,

Tal qual muitos de vocês, também recebi a mensagem de Verena Muniz, essa pessoa querida que vem se firmando como Protetora dos Animais e talvez por sermos também colegas de trabalho e nos vermos todos os dias, entendi como dever ajudá-la nessa campanha.

Pedi não é fácil...mesmo quando o nosso rosto não aparece. 

Parece estranho também - e eu compreendo isto perfeitamente - que muitas pessoas considerem "complicado" fazer depósitos $$$ em contas bancárias de pessoas as quais não se conhece, exclusivamente "a partir do texto" porque "lemos um texto" ... e ficamos sensibilizados com o teor/fotos, etc., apresentados.

Registro que quando conhecemos a pessoa, fica mais fácil...ok!

Mas o cenário do que está posto, é outro! 
A maior dificuldade para a pessoa que desenvolve essa sensibilidade (ajudar/defender os desamparados), é ficar indiferente a um animal atropelado, esfomeado, perdido, doente, etc. etc. etc., a uma criança abandonada, com fome, sofrida, ferida, a uma pessoa desamparada, etc. etc. etc. A inclusão do ser humano, é imperativo sempre, mas nesse momento específico, possivelmente ajude a nos protejer da censura: 

"Ora! Não é melhor cuidar de gente, não?

Claro que esse tipo de indagação traduz um pensamento reducionista, pois todos os seres da natureza merecem a nossa atenção, a nossa proteção e não é o que acontece, pois embora ainda se careça enormemente de políticas públicas voltadas para o atendimento de pessoas em situação de miserabilidade ou precisando de qualquer atendimento dessa natureza, no caso dos animais, essas políticas não precisam ser melhoradas, simplesmente porque não existem. Então, vamos ao menos tentar equilibrar um pouco esse pêndulo assistencial, não?

--------------------------------------------------

Na segunda-feira, fui pessoalmente à Clínica Mascote visitar o animal resgatado (BOB) que lá encontra-se internado. Fui com Verena, levamos alimento, conversamos com o Veterinário e o quadro é esse descrito abaixo: Bob continua precisando de ajuda, da nossa ajuda, de atendimento médico, de carinho, de acompanhamento, de atenção...Ele já sabe que não está só. Que não é mais um "cachorro sem dono" e com o olhar, agradece por isto.

Não dá para tirar Bob de lá, mas também fica difícil arcar com os custos sozinha (custo inicial em nota anexa). Sei que cada um faz o que pode e se não pode, também não faz... 

Mas se você tem condição de transferir R$1,00, R$ 2,00, R$ 10,00, seja lá quanto, faça isso. Tenha certeza de que esse valor se somará a outros, que se somarão aos nossos e assim fica menos "pesado" para poucos, simplesmente porque, nesse caso, passaremos a ser MUITOS. E aí está a grandeza da solidariedade humana. 

Precisamos da sua ajuda para salvar o poodle atropelado (com suspeita de fratura na bacia), resgatado domingo, na ladeira da Fonte Nova.

Finalizo por aqui...

Boa madrugada e um abraço carinhoso para os amigos protetores, para os amigos não protetores, para os amigos desconhecidos, mas conectados a mim pelo sublime sentimento humano de não ser indiferente à dor do "outro".

Neuza Aquino

0 comentários: